NotíciasAJUFESP

Projeto ajuda a desmistificar Justiça e juízes, afirma professor
"O contato pessoal e físico com atores, estrutura e racionalização dos procedimentos da Justiça, desmistificou algo que, até então, parecia cena de novela, pois se via apenas na TV, e ajudou os alunos, meninos e meninas, a entenderem todo o esforço físico e mental humano aplicado na promoção da justiça". Assim, o professor David Nelson Araújo Campos, 34 anos, sete dos quais lecionando sociologia na Escola Estadual Professor Gabriel Ortiz, resumiu a experiência do grupo de 15 alunos do estabelecimento de ensino, localizado no bairro da Vila Esperança, zona leste de São Paulo, à sede do Tribunal Regional Federal da 3a Região, no dia 29 de novembro passado.

A atividade fez parte da segunda fase do projeto "Juízes nas Escolas", iniciativa da AJUFESP (Associação dos Juízes Federais de São Paulo e Mato Grosso do Sul) lançado no final de 2015 e que chega ao segundo ano de existência com o objetivo de levar a alunos do ensino médio de escolas públicas noções de cidadania e informações sobre a Constituição Federal e o Poder Judiciário.

Segundo o professor, que acompanhou a visita pelo TRF-3, a conversa com os desembargadores, parte da experiência dos alunos naquela manhã, possibilitou aos jovens fazerem paralelos com suas vidas. “Os estudantes certamente perceberam como servidores, juízes e desembargadores têm mapas socioculturais e trajetórias particulares de vida como qualquer outra pessoa”, enfatizou David Campos.

HISTÓRIA E EXPERIÊNCIAS

Durante o "tour" pelo Tribunal, os alunos foram acompanhados pela juíza federal Isadora Segalla Afanasieff, vice-presidente da AJUFESP em São Paulo. "Este projeto busca abrir as portas do Judiciário para esses alunos que estão iniciando a carreira, porque eles são o futuro e nós depositamos a esperança nessa nova geração", afirmou a magistrada.

Logo no começo da visita, os estudantes assistiram a um vídeo institucional e depois a uma palestra ministrada pelo servidor José de Vasconcelos Filho. Ele contou um pouco da história e também do funcionamento da Justiça Federal.

Em seguida, o grupo conheceu o gabinete do desembargador federal Paulo Sérgio Domingues, diretor de Comunicação da AJUFESP. No bate-papo com os alunos da Gabriel Ortiz, o magistrado relatou sua experiência na carreira e destacou a evolução que ocorre atualmente no Judiciário com a implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJ-e).

Com o desembargador federal Nino Toldo, também da diretoria da AJUFESP, os alunos conversaram sobre temas atuais que envolvem a Justiça e sobre as matérias julgadas pelo TRF3. Toldo compartilhou com os alunos alguns casos paradigmáticos no seu trabalho como juiz.

Por fim, os estudantes viram como é a rotina da Subsecretaria da 8ª Turma e encerraram a visita conhecendo uma sala de julgamento.

COMO PARTICIPAR

O projeto "Juízes nas Escolas" conta com o apoio da Livraria do Supremo do STF (Supremo Tribunal Federal) e é coordenado pelo juiz federal Paulo Marcos Rodrigues de Almeida, diretor de Ações Sociais e Cidadania da AJUFESP.

Antes da Gabriel Ortiz, outras três escolas paulistas e cerca de 150 estudantes participaram da iniciativa. Associados da AJUFESP e também juízes federais que quiserem participar do projeto basta entrar em contato com a Diretoria de Ações Sociais e Cidadania da entidade. As escolas interessadas podem enviar um e-mail para: administrativo@ajufesp.org.br.